Como Montar um Pequeno Abatedouro de Frangos

Montar um pequeno abatedouro de frangos poderá ser uma boa saída para os pequenos produtores. Este é um negócio rentável e que trará mais lucros para a sua propriedade rural. Ao abater sua própria produção, você conseguirá agregar valor ao produto final, aumentando assim os lucros. A carne de frango é uma das favoritas do Brasileiro, sendo historicamente a mais consumida por diversos anos. Isso se deve, entre outros fatores, ao gosto da ave, que agrada ao mercado nacional e também ao seu preço, que é muito mais acessível do que a de outros animais.

Pequeno Abatedouro de Frangos

Outro ponto importante é que o frango é um alimento considerado saudável, já que sua carne é magra e tem uma alta concentração de proteínas. Vale ressaltar que o número de aves a serem abatidas tem grande influência no tipo de equipamento a ser usado e na dimensão das instalações do seu futuro abatedouro, então as informações abaixo deverão ser adaptadas a sua situação!

Primeiros passos de um abatedouro de frangos

O local ideal para instalar o abatedouro deverá ser no centro de um terreno, de preferência elevado a pelo menos 1 metro do nível da rua, e distante 5 metros de estradas ou locais onde carros e outros animais tenham costume de passar. Os equipamentos utilizados deverão ser preferencialmente de metais ou de plástico. Em hipótese alguma poderão ser de madeira ou alvenaria. Lembre-se de instalar os equipamentos fixos de modo que eles sejam facilmente higienizados, bem como de toda a área ao redor dele. Recomenda-se que a maioria dos equipamentos fique a 1,20 metros de distância da parede e a 30 cm do piso, exceção feita à trilhagem aérea, que poderá ficar a 30 cm da parede.

Pisos e paredes do abatedouro de frangos

O piso deverá ser construído com material impermeável, liso e antiderrapante. De preferência deve ser resistente a atritos e substâncias ácidas (que serão usadas na limpeza). Ele deve contar com um declive de até 3% em direção as canaletas de escoamento de águas. Um ponto que pode ser feito, caso vá construir o local, é deixar os cantos das paredes arredondados. Como regra geral as paredes devem ser lisas e impermeabilizadas, com no mínimo 2 metros de altura. As portas devem ser do tipo vai e vem, com ou sem cortinas de ar. As janelas devem ser de caixilho metálico, com telas a prova de insetos.

Instalações do abatedouro de frangos

O indicado é que as dependências do abatedouro tenham um pé direito de 4 metros. Caso o local seja climatizado e os equipamentos permitirem, você pode diminuir a altura para 3 metros. O local aonde as aves irão chegar deverá ser coberto, ficando abrigado dos ventos e da luz solar direta. Deverá ter um local apropriado, aonde será realizado a sangria dos animais. Este local também deverá ser, de preferência impermeabilizado, para facilitar a limpeza. Caso seja utilizado um túnel automático, para o transporte dos animais, este deverá demorar no mínimo 3 minutos para percorrer o espaço. Este tempo é necessário para a sangria total.

Escaldagem e depenagem dos frangos

A escaldagem e depenagem dos frangos também deverá ser feita em instalação própria, podendo ficar as duas no mesmo local. Preste atenção na ventilação do local, que deverá ser suficiente para retirar o vapor de água que ficará no ar, bem como demais impurezas. Geralmente em pequenos abatedouros de frango as aves são escaldadas colocando-as em tanques de material inoxidável com água quente. A depenagem poderá ser manual, caso tenham poucos frangos, ou então realizada com a ajuda de máquinas próprias, sendo indicado não deixas que as penas se acumulem.

Evisceração dos frangos

O próximo passo será a evisceração dos animais, que também deve ser feita em outro local. Este procedimento compreende desde o corte da pele do pescoço até os arremates finais, além de classificação e embalagem inicial. Antes de iniciar o processo a carcaça deverá ser totalmente lavada. Buscando retirar quaisquer resíduos que ainda permaneçam. Os pés e pescoços, se forem utilizados na alimentação humana, deverão ser resfriados imediatamente. Os miúdos deverão ser processados em local próprio. A carcaça deverá ser lavada novamente assim que o processo de evisceração acabar.

Resfriamento e embalagem dos frangos

Após esse procedimento a carcaça do frango irá para o pré resfriamento. Isso poderá ser feito colocando-o em um tanque com água fria, a cerca de 4ºC. A carcaça deverá ficar a no máximo 7ºC. Após isso restará fazer a classificação e embalagem dos frangos. Utilize mesas de superfície lisa e com as bordas elevadas. Todas os restos que não serão utilizados na alimentação humana, tais como penas, unhas, intestinos e afins, deverão ter uma atenção especial, sendo destinados corretamente.

Cuidados finais com os frangos abatidos

Tenha uma grande atenção com a apresentação da carcaça do frango. Aves mal depenadas, com ferimentos, ossos quebrados, cortes e arranhões são péssimos para o seu negócio. Elas irão atrair olhares mais atentos dos consumidores, que com certeza irão procurar por animais mais bem “tratados” durante o processo de abate.

Venda os frangos refrigerados ou congelados, colocando-os em embalagens próprias, como em sacolas plásticas. Uma dica interessante é fazer um adesivo com a sua marca e/ou nome da propriedade. Nele devem constar os dados obrigatórios, como a data do abate/validade. É muito importante que você saiba tudo sobre como montar um abatedouro, antes de decidir abrir!

Loading...

Deixe sua opinião

Comentários

Você gosta de criar galinhas?
Então coloque agora o seu melhor email para receber os segredos da criação de galinhas!
Ei, espere um pouquinho!

Antes continuar lendo, coloque seu nome e email para receber gratuitamente dicas e informações sobre como criar galinhas!

x